Vacinas mais avançadas contra a covid-19 estão sendo testadas no Brasil — Foto: Reuters via BBC

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que recebeu denúncia sobre uma suposta comercialização irregular da vacina contra a Covid-19. O caso ocorreu em Nitéroi (RJ).

De acordo com a agência, “não há, no momento, nenhuma vacina contra a Covid-19 autorizada para ser comercializada e utilizada pela população brasileira. Até que seja autorizado, o cidadão não deve comprar e utilizar qualquer vacina que tenha alegação de prevenir a Covid-19”.

“A suspeita é de que os responsáveis se aproveitavam do período de pandemia para criar a ilusão de que já possuiriam a vacina, sem que isso fosse a realidade, perpetuando assim a fraude”, informou a Polícia Federal, que investiga o caso, em nota.

Vacina em testes

Ainda em fase de testes e sem aprovação para venda no Brasil, a vacina desenvolvida pela AstraZeneca, em parceira com a Universidade de Oxford, é tida pelo governo brasileiro como uma das principais apostas para a imunização contra o Covid-19. Por enquanto, apenas voluntários estão recebendo uma dose do imunizante e de forma controlada pelas instituições responsáveis.

Como denunciar

A Anvisa possui alguns canais de comunicação direta com as empresas e com a população que permitem o encaminhamento de denúncias sobre os mais variados tipos de suspeitas e infrações sanitárias.

Além do site da agência, onde é possível ter acesso à Ouvidoria, há também os perfis oficiais nas redes sociais: Twitter @anvisa_oficial, [email protected], Instagram @anvisaoficial e YouTube @anvisaoficial .

Comentários do Facebook