A Polícia Civil de Buriti do Tocantins cumpriu nesta terça-feira, 22, mandado de prisão preventiva em desfavor de João Dos Anjos Carneiro, vulgo “Cabeça de gato”, pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com informações do Delegado Regional, Dr. Eduardo Morais Artiaga, no último dia 20 do corrente mês, “Cabeça de Gato” estava em um bar localizado no centro da cidade de Buriti ingerindo bebida alcóolica sozinho, momento em que iniciou uma discussão com um cidadão por causa de uma lanterna. Um terceiro elemento chamado Naldo teria se ofendido com a discussão e foi tirar satisfação com o acusado chamando o para a briga.

João dos Anjos foi até sua residência e armou-se com uma espingarda tipo “garrucha” e foi atrás de Naldo, porém não o encontrou. O acusado então retornou a sua casa e momentos depois, policiais militares chegaram ao local e indagaram sobre a arma. João dos Anjos afirmou que guardara a espingarda e a entregou aos policiais sendo, então conduzido a Delegacia para as providências cabíveis.

Foi arbitrada fiança em desfavor de Cabeça de Gato, no valor de R$2.034,00 (Dois Mil e Trinta e Quatro Reais), porém, como o mesmo não recolheu a quantia estipulada aos cofres públicos, foi encaminhado à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins.

Na última terça-feira, 22, foi expedido alvará de soltura para João dos Anjos, todavia antes que a ordem judicial fosse cumprida, Policiais Civis de Buriti, após a realização de pesquisas no sistema INFOSEG, descobriram que constava um mandado de prisão em aberto contra o acusado, expedido pela Comarca de Amarante do Maranhão, também pela prática do crime de porte ilegal de arma de fogo. Desta maneira, João dos Anjos Carneiro permanecerá preso aguardando recambiamento para o Maranhão.

 

 

Comentários do Facebook