Cadeia pública de Tocantinópolis – Foto: Reprodução TV Anhanguera

A Polícia Civil (PC), por meio da Delegacia de Tocantinópolis, identificou um homem de 22 anos, que jogou um aparelho celular, um carregador e uma bateria para dentro da Cadeia Pública do referido município, no último sábado, 11. M.B.S. foi encaminhado, na manhã desta segunda-feira, 13, para a Delegacia, onde confessou ter praticado o ato a pedido de um detento da cadeia.

Conforme o delegado responsável, Tiago Daniel Moraes, o suspeito disse que ganharia R$ 50,00 pelo ato, mas como o telefone não chegou às mãos do destinatário, recebeu apenas R$ 25,00. A roupa utilizada pelo autor no dia do fato foi apreendida como prova. Ele deve responder pelo crime de favorecimento real.

A Polícia Civil chegou até o suspeito após ele ter sido flagrado pelas câmeras de segurança da Cadeia Pública de Tocantinópolis, durante o horário de visitas. Os referidos objetos caíram em um lugar diferente do desejado pelo arremessador e, posteriormente, foram localizados pelos técnicos em defesa social de plantão.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.