Alta de 9% no preço médio da tilápia inteira e pequena queda de 0,1% no preço médio do filé dessa espécie quando comparam-se os primeiros trimestres deste ano e de 2016. Essa é uma das conclusões de acompanhamento que a Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO) recentemente publicou. Para chegar aos números, foram consultados 385 estabelecimentos comerciais de cinco estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Ceará) e do Distrito Federal. Os preços foram pesquisados em supermercados e peixarias entre 18 de janeiro e 21 de março deste ano. A publicação é de autoria de Renata Barroso e Andrea Muñoz, da Embrapa Pesca e Aquicultura, juntamente com a estagiária Daniela Lima, da mesma instituição.

Em média, o preço do quilo de tilápia inteira foi de R$ 14,44. No Paraná, foi constatado o maior preço médio (R$ 17,66) dos seis locais estudados. Essa colocação mantém a tendência de este ser o estado com preço médio mais alto para esta categoria do peixe; em 6 dos 11 trimestres pesquisados, os paranaenses estiveram à frente. De acordo com a publicação, “provavelmente, o alto preço da tilápia inteira do Paraná se deve ao perfil industrial do mercado da tilápia no estado, com predominância de produtos processados, dos quais o principal é o filé”. Na outra ponta do ranking, durante o primeiro trimestre esteve o Distrito Federal, que apresentou preço médio de R$ 12,08 por quilo de tilápia inteira.

Já o preço médio do filé de tilápia, nos seis locais estudados no período, foi R$ 35,61. O Rio de Janeiro teve o maior preço médio (R$ 40,51). Foi a terceira vez que o estado apresentou preço médio mais alto nesta categoria; à sua frente, está São Paulo, que teve o maior preço médio em seis dos 11 trimestres pesquisados. As autoras afirmam, no estudo, que “a alta de preços do filé da tilápia no mercado carioca é mais expressiva do que no mercado paulista e pode ter suas causas no transporte e na comercialização, já que aquele estado não é produtor de filé”. O preço médio mais baixo do filé de tilápia foi constatado no Ceará, com R$ 33,21 o quilo.

Com relação ao mercado externo, no primeiro trimestre de 2017 foram exportadas 182 toneladas de filé de tilápia, que geraram um volume de U$ 1,3 milhão. Todo esse peixe teve como destino os Estados Unidos. Em comparação com o mesmo período de 2016, houve queda tanto no volume exportado (foram 188 toneladas ano passado) como no valor por quilo (de U$ 7,8 em 2016 para U$ 7,3 neste ano).

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.