Para quem assistia à final do voleibol masculino dos Jogos Estudantis do Tocantins (Jets 2014) a diferença era perceptível. Pelo menos na estatura dos dois times. Com alunos/atletas bem mais altos, a equipe do Educandário Evangélico Ebenézer, de Gurupi, bem que tentou, mas não conseguiu parar os pequenos do Colégio Estadual Leônidas G. Duarte, de Araguatins. Com o ouro no peito, depois de vencer a partida por 3 sets a 1, os alunos da categoria de 12 a 14 anos vão agora representar o Tocantins nos Jogos Escolares da Juventude, que este ano é realizado em Londrina – PR.

O jogo começou disputado com pontuação equilibrada para os dois lados, mas no decorrer da partida, a equipe que menos errou, venceu. Com parciais de 25 x 15, 25, 13, 22x 25 e 25 x 12, o time de Araguatins superou a diferença de estatura com uma recepção melhor e saques que minaram a defesa adversária. Para o treinador da equipe, o professor Otávio Santiago esta estratégia foi determinante para o resultado final da partida. “Este time vem treinando há um ano e nós trabalhamos firmes a defesa e o saque, como forma de superar a baixa estatura dos nossos alunos”, completou.

Entre os atletas, o clima era de celebração pelo título conquistado ao final de um ano de treinamentos. Capitão da equipe, o levantador Paulo Victor Marques, de 12 anos, destacou a importância do trabalho professor Otávio junto ao time. “A gente treinou muito durante um ano. Eu estava ansioso porque eles (a equipe adversária) eram mais experientes. Este foi o nosso primeiro Jets. Agora é preparar para a nacional”, disse do alto de seu 1,54 m de altura.

Não muito mais alto, Bruno Marques organizava o time enquanto esteve em quadra. Com poucos erros nas recepções e nos levantamentos, o pequeno atleta de 1,44 m de altura foi um dos destaques na vitória do time do LGD (sigla cantada pela torcia para o colégio de Araguatins). “No começo assustou um pouco, mas agora é só alegria. Nós treinamos muito a recepção e o saque, com o professor e deu certo”, comentou.

Medalhas prata

Entre o time derrotado, o clima era de decepção com o resultado do jogo. Os detalhes, mais uma vez, foram determinantes para que o resultado não fosse o esperado. Dentro de quadra, os alunos/atletas tentavam lidar com algumas falhas e o nervosismo da partida. Dois dos destaques do time, o levantador Igor Eduardo e o ponta passador João Pedro Carneiro tentavam animar o time, mesmo nos momentos difíceis. “A gente tem que tentar organizar a equipe para buscar a vitória sempre, mas o sentimento agora é de missão não cumprida”, disse Igor.

Já João Pedro analisou o jogo como perdido nos detalhes. “Hoje, ganhou quem errou menos. Infelizmente nós cometemos alguns erros e sabemos que detalhes decidem o jogo”, completou.

Jogos Estudantis da Juventude

Os atletas e equipes vencedoras nos Jets ganham o direito de compor as equipes tocantinenses nos Jogos Escolares da Juventude, competição estudantil nacional que será realizada, para a categoria de 12 a 14 anos, na cidade de Londrina – PR. A expectativa para a nacional já é sentida pelos competidores do Estado, conforme explicou o professor Otávio. “Agora é preparar os meninos e melhorar ainda mais a defesa, o saque e trabalhar o ataque para chegarmos ao nacional”, destacou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.