Restaurante é fechado após polícia invadir local e descobrir que estabelecimento servia carne humana aos clientes
Restaurante é fechado após polícia invadir local e descobrir que estabelecimento servia carne humana

Um restaurante nigeriano foi fechado porque estava servindo carne humana a seus clientes. O caso aconteceu na província do sudeste de Anambra, num restaurante de um hotel.

Os clientes comiam carne humana pensando estes que estavam comendo carne animal. A desconfiança partiu de alguns visitantes que notaram comportamentos estranhos da parte dos empregados.

Depois de várias suspeitas, os policiais decidiram fazer uma visita relâmpago até ao restaurante e verificaram um cenário de horror. Para além de um enorme arsenal de armas, comprovaram a existência de sacos plásticos que ainda guardavam cabeças humanas a sangrar.

Um padre local, que comeu no restaurante ficou alarmado com o preço de refeições, e acabou recebendo um bônus ao comentar sobre o valor alto. Ele disse que não sabia que havia comido carne humana.

Muitos foram os que se alimentaram de um bife humano sem saber que o estavam a comer. Para piorar a situação, cada bife custava cerca de 3 euros. O que para um cidadão europeu representa um preço bastante acessível, para um nigeriano é mais do que o salário mínimo. Dez pessoas foram presas em conexão com os crimes.

Fonte: Daily Mail via Gadoo

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.