No Norte do Tocantins, PRF apreende 20 mil comprimidos para estimular ereção

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde dessa quarta-feira, 2, 1 mil cartelas de medicamento de comercialização proibida no Brasil. A ocorrência foi registrada no km 332 da BR153, município de Guaraí, no norte do Tocantins.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na oportunidade, foi abordado ônibus de transporte de passageiros vindo de São Cristóvão/RJ com destino ao Maranhão. Durante fiscalização no compartimento de bagagens foram encontradas diversas caixas despachadas como encomendas. Uma das notas ficais apresentadas pelo condutor descrevia o transporte de uma encomenda contendo jogos de ferramentas e protetores faciais, no entanto, ao abrir a caixa fora encontrado um total de 1 mil cartelas de medicamento.

Ao consultar sobre o fármaco ali encontrado, a equipe percebeu que os 20 mil comprimidos eram de uma substância de comercialização proibida no país, tratava-se de um medicamento conhecido como Pramil que possui como princípio ativo a Sildenafila, o produto de origem paraguaia é utilizado para problemas de disfunção erétil. A carga está avaliada em cerca de 11 mil reais, comprando direto no Paraguai, mas no Brasil vendem pelo triplo do valor.

O responsável pelo ônibus e pelas encomendas, um homem de 39 anos, informou que esta era a terceira vez que entregaria a encomenda para o destinatário, o qual tem uma farmácia em Pinheiro/MA.

Diante das informações obtidas foi constatado, a princípio, o crime de Contrabando. O homem de 39 anos foi detido e conduzido até a delegacia de Polícia Civil para continuidade dos procedimentos legais.

Comentários do Facebook