Foto: Arquivo pessoal

A Polícia Federal no Tocantins prendeu dois envolvidos no assassinato do servidor Aécio de Moura Lucas, encontrado morto em sua propriedade rural próxima ao município de Aparecida do Rio Negro na tarde da última quarta-feira (9).

Os supostos autores do crime fugiram do local levando pertences da vítima, sua arma e seu veículo. Logo em seguida iniciaram-se as buscas por todas as Forças Policiais, sendo que a primeira prisão foi realizada pela Polícia Civil na sexta-feira (11) em Porto Nacional.

O segundo suposto envolvido no crime, o caseiro da propriedade da vítima, que havia fugido e se escondido na mata desde então, foi localizado pela equipe da Polícia Federal em zona rural entre os municípios de Silvanópolis e Monte do Carmo.

Preso, o caseiro confessou o cometimento do crime e relatou que a arma roubada estaria escondida em um estabelecimento comercial em Silvanópolis. Diligências foram efetuadas imediatamente, a arma foi localizada e a pessoa que estava na posse do armamento foi encaminhada para a central de flagrantes.

Os dois envolvidos com o assassinato do Servidor da Polícia Federal e o envolvido na guarda do armamento roubado foram presos e encontram-se recolhidos na Casa de Prisão Provisória de Palmas.

A Polícia Federal agradece o valioso apoio prestado pela Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal na elucidação do caso e na prisão dos acusados.

Comentários do Facebook