Wanderlei Barbosa participa de reunião por videoconferência presidida pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão

O vice-governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, participou na tarde desta terça-feira, 21, de uma reunião por videoconferência presidida pelo vice-presidente da República e presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL), Hamilton Mourão, com governadores da região. O objetivo foi discutir ações de proteção ao meio ambiente, principalmente as queimadas, em virtude da estiagem que atinge a região Amazônica neste período do ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na oportunidade o vice-governador tocantinense explicou que o Governo do Tocantins está trabalhando de maneira integrada com todos os organismos estaduais e que já encaminhou documento à Presidência da República e ao Ministério da Defesa solicitando reforço para o Exército e todas as forças federais para ajudar no combate às queimadas no Estado. Wanderlei sustentou que as ações do Governo resultaram em uma redução em torno de 15% das queimadas e de 40% de desmatamento no bioma cerrado com relação ao mesmo período do ano passado.

“Estamos sendo rigorosos neste aspecto. Não é apenas reduzindo desmatamento, é não deixar acontecer de maneira ilegal. Desmatamento no Tocantins, a orientação do Governo do Estado é no sentido de fazer com que seja realizado com acompanhamento do Naturatins, que é o nosso órgão ambiental de controle”, ressaltou Wanderlei Barbosa, lembrando que o apoio do governo federal é fundamental para o êxito das ações de preservação e combate às queimadas.

O vice-presidente Hamilton Mourão, sinalizou que o governo estuda fortalecer os órgãos federais de controle ambiental, para que possa liberar os militares das Forças Armadas de ações de combate ao desmatamento e incêndios, bem como, outros crimes ambientais. “Estamos trabalhando no planejamento do fortalecimento dos órgãos de combate aos delitos ambientais; para recuperar a capacidade operacional do (Ibama)Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade). E também do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e da Funai (Fundação Nacional do Índio)”.

Além do vice-governador Wanderlei Barbosa, participaram da vídeo-reunião os governadores do Amapá, Waldez Góes; do Acre, Gladson Cameli; do Maranhão, Flávio Dino; do Mato Grosso, Mauro Mendes; do Pará, Helder Barbalho; de Rondônia, Marcos Rocha, de Roraima, Antônio Denarium; e do Amazonas, Wilson Lima.

Comentários do Facebook