Guarda Municipal de Palmas

Um advogado pediu nesta semana a deflagração de uma Ação Penal com prisão e perda do cargo contra os quatro agentes da Guarda Metropolitana de Palmas acusados de terem torturado dois jovens na região Norte da cidade, ainda no mês de junho.

Até o momento, os jovens registraram boletim de ocorrência na 1° Central de atendimento da Polícia Civil de Palmas e registraram também um boletim de ocorrência junto à delegacia da criança e do adolescente por abuso de autoridade, já que os irmãos de 14 e 10 anos de um dos jovens presenciaram toda a situação de abuso.

Como o caso já completou mais de um mês e até o presente momento a autoridade policial não concluiu o inquérito policial, e não ofereceu a corregedoria da GMP qualquer resposta as vítimas, o advogado se sensibilizou com a situação de injustiça e decidiu agir por conta própria.

Para o advogado, é inconcebível que o procedimento registrado pelas vítimas fique à mercê e sem a autuação da promotoria, solicitando então que seja determinado a autoridade policial a conclusão do inquérito investigativo, e que os autores dos delitos sejam identificados, processados e ao final condenados com a urgência. (Por: Alessandro Ferreira)

Jovem foi torturado por quatro guardas metropolitanos de Palmas dentro da sua residência
Comentários do Facebook