Lázaro Barbosa é procurado pelas polícias de Goiás e do Distrito Federal - Foto: Reprodução

Os planos de Lázaro Barbosa não parecem envolver a ideia de ficar escondido da polícia para sempre dentro das matas do entorno do Distrito Federal. Em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, a família mantida refém na semana passada disse que o criminoso disse que queria fugir para outro estado do país.

“É para vocês mandar uma mensagem para eles, para os policiais, que eu quero sair do Goiás e do DF. Enquanto eles não deixar, eu vou continuar fazendo isso que eu estou fazendo com vocês”, disse o criminoso, de acordo com relato do pai da família, feito refém em Edilândia, na última terça-feira (15).

Para não permitir que a fuga para outros estados aconteça, além dos policiais, cães, helicópteros e drones dentro da mata, investigadores estão espalhados pela rodovia BR-070, fazendo bloqueios e revistando veículos, na tentativa de encontrar o homem, caso ele consiga roubar um carro. Até aqui, durante a fuga, ele já roubou dois carros.

Nesta segunda-feira (21), completam-se 13 dias de buscas por Lázaro Barbosa. Ele é procurado desde a quarta-feira, dia 9, quando, de acordo com os investigadores, invadiu uma chácara em Ceilândia, no DF, e matou quatro pessoas de uma mesma família. (radiojornal)

Comentários do Facebook