Foto: Arquivo Pessoal

O Tocantins confirmou neste domingo (14) a morte do primeiro médico do Estado vítima do coronavírus. Augusto Aponte Rivero, 63 anos, trabalhava no Hospital de Referência de Porto Nacional.

O médico era Boliviano de Santa Cruz de La Sierra, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte em 1986, especializou-se em saúde pública no Chile, em 1989, antes de escolher viver no Tocantins desde 1994, quando se associou ao sindicato. Ele era concursado na Secretaria Estadual de Saúde há mais de 20 anos.

Sindicato dos Médicos (SIMED-TO) lamenta:

É com imenso pesar que a direção do Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) lamenta o falecimento do médico Augusto Aponte Rivero, neste domingo, 14 de junho, em decorrência da Covid-19, aos 63 anos.

Neste momento de grande consternação e dor, o Sindicato manifesta sua solidariedade com os amigos, colegas de trabalho e família do nosso colega Augusto, um pai amoroso e cuidadoso com seus quatro filhos.

Boliviano de Santa Cruz de La Sierra, formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte em 1986, Augusto Aponte Rivero especializou-se em saúde pública no Chile, em 1989, antes de escolher viver no Tocantins desde 1994, quando se associou ao sindicato.

Médico concursado na Secretaria Estadual de Saúde há mais de 20 anos, com atuação profissional Hospital de Referência de Porto Nacional, sempre como médico do povo, dedicado e cuidadoso, ali ainda deixava seu conhecimento e seu labor, mesmo sob uma luta pessoal de mais de quatro anos, com a hemodiálise.

O SIMED-TO se despede do colega com grande dor, mas com grande orgulho pela amizade e pela certeza de que ele teve sua vida profissional inteiramente dedicada à saúde pública e ao cuidado com o povo tocantinense.

Muito obrigado, Augusto.

 

 

Comentários do Facebook