Casal morreu vítima da Covid-19 / Foto: Arquivo Pessoal

A história do casal Iracy França, de 81 anos, e Ilarine de Costa França, de 74, terminou com apenas três dias de diferença após os dois serem vítimas da Covid-19. Eles foram pioneiros em Gurupi, na região sul do estado, e completaram 50 anos de casamento no fim de 2019. Para a família fica o exemplo de luta e união que deu vida a quatro filhos, 11 netos e quatro bisnetos.

“É muito difícil perder os dois assim, muitas pessoas estão com a mesma dor que a gente está tendo. Qualquer um de nós pode passar por isso”, contou o jornalista Iran França, um dos filhos do casal.

Iracy França e Ilarine de Costa França estavam juntos desde 1969, quando se casaram. Eles também deram entrada juntos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no dia 18 de maio.

Ela tinha diabetes e evoluiu rapidamente para um quadro com insuficiência respiratória, sendo transferida no mesmo dia, 18 de maio, para o Hospital Regional da cidade. A morte ocorreu no dia 5 de junho.

O marido Iracy foi atendido na UPA com mal estar, tosse, baixa oxigenação e febre que já durava 11 dias. Ele foi diagnosticado com pneumonia e também foi encaminhado no dia 18 para o Hospital Regional, onde morreu na madrugada desta segunda-feira (8).

A família França é muito conhecida na região porque os pais de Dona Lalá, como era conhecida IIarine de Costa França, foram dois dos fundadores de Gurupi, o casal César Costa e Belinha.

“Eles fizeram 50 anos de casados em dezembro, sempre unidos, sempre juntos, lutando e fortalecendo a família […] A gente foi ensinado por eles a ter fé e acreditar na promessa divina de que Deus é maior do que isso tudo que está acontecendo”, comentou Iran França. (Com informações do G1)

Comentários do Facebook