Dono do mercadinho Vitória, em Araguaína, no norte do Tocantins, invadiu a casa do jornalista e apresentador Gerônimo Cardoso, na manhã da última quarta-feira, 15.

De acordo com relatos do próprio jornalista, o proprietário da empresa D.S.S Silva Varejista Eirele-ME, com nome comercial de Mercadinho Vitória, o dono, conhecido em Araguaína como Raimundo, o qual foi citado por Cardoso em uma reportagem por vender quase R$ 1 milhão em cestas básicas para a Prefeitura de Araguaína, invadiu a sua residência, se aproveitando da amizade que tinha com uma pessoa próxima ao profissional para lhe fazer ameaças.

O dono do mercadinho, ao invadir a casa do jornalista Gerônimo Cardoso ameaçou falando, na frente de sua família: Você vai pagar caro pelas palavras que disse.

Cardoso se diz preocupado com a atitude do empresário, devido às ameaças e cobra uma satisfação das autoridades. O jornalista fez um Boletim de Ocorrência e espera o amparo da lei diante das ameaças feitas pelo o homem que invadiu a sua casa e desferiu ameaças graves diante de sua esposa e filhos.

AMEAÇA É CRIMRE

Jurar alguém de morte. O crime de ameaça é previsto no artigo 147 do Código Penal e consiste no ato de ameaçar alguém, por palavras, gestos ou outros meios, de lhe causar mal injusto e grave e, como punição, a lei determina detenção de um a seis meses ou multa.

Comentários do Facebook