Com mais de mil peças apreendidas, a operação foi batizada de Scylla

Nesta terça-feira, 25, a Polícia Civil cumpriu seis mandados de buscas e apreensões em rede de lojas que comercializam peças de motocicletas com suspeita de falsificação em Araguaína. Com mais de mil peças apreendidas, a operação foi batizada de Scylla.

Segundo o delegado titular da 3ª Deic de Araguaína, Jodivan Benvides da Silva, que coordenou a operação, os mandados de buscas e apreensões são resultados de denúncias por parte de uma fabricante do ramo de motocicletas. “Há indícios de sonegação fiscal pela rede de lojas. Até agora, estimamos mais de mil peças apreendidas e que estavam disponíveis para vendas no município e região”, ressalta a autoridade policial.

A operação foi conduzida pela 3ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC-Araguaína); com o apoio da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (2ª DHPP-Araguaína); 2ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (2ª DENARC-Araguaína); Delegacia de Repressão a Roubos (DRR-Araguaína); 5ª DEIC de Guaraí; Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE-Palmas); 2º Núcleo Regional de Perícia Criminal (NRPC).

A ação contou com cinco delegados da PCTO, cinco peritos criminais e 30 policiais civis.

Comentários do Facebook