Pentacampeão mundial de futebol Edmílson Moraes presenteou governador Carlesse e destacou potencial do Tocantins / Foto: Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, recebeu nesta quarta-feira, 20, no Palácio Araguaia, o pentacampeão mundial de futebol Edmílson Moraes, que conquistou os dois maiores campeonatos do mundo: a Copa do Mundo em 2002, jogando pela Seleção Brasileira, e a UEFA Champions League em 2006, jogando pelo Barcelona.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-jogador já passou pelas cidades de Miracema e Araguacema para conhecer a infraestrutura dos clubes do Tocantins e avaliar de que modo pode contribuir com projetos que visem o desenvolvimento de crianças e adolescentes por meio do esporte.

O governador Mauro Carlesse fez questão de destacar a alegria em receber o pentacampeão e colocou o Estado à disposição para colaborar no que for necessário para trazer mais ações que visem beneficiar a população. “O Tocantins é um estado novo que já vem buscando trabalhar no sentido de dar oportunidades de desenvolvimento esportivo aos nossos jovens. Ficamos muito felizes em saber do interesse de grandes atletas em investir nesta área e estamos totalmente à disposição para trabalharmos juntos. Mais que um desejo do Governo, é um desejo pessoal que nossos adolescentes possam se manter ocupados, recebendo educação, esporte e lazer”, assegurou.

Durante o encontro, o pentacampeão Edmílson ressaltou o quanto ficou entusiasmado em conhecer o Estado e seu potencial. “A gente sabe que o Tocantins tem um potencial enorme de talentos e estamos aqui para trocar ideias, viabilizar parcerias para fazer com que o futebol se desenvolva cada vez mais aqui. Vale lembrar, que visamos o futebol como uma estratégia para educar melhor os meninos e, antes de formar o jogador, formar o cidadão. Por que não pegar uma boa estrutura aqui e levantar o nome do Tocantins na área do futebol?”, questionou.

O vice-governador Wanderlei Barbosa demonstrou entusiasmo com a ideia e também ressaltou a disposição do Governo do Tocantins em apoiar as ações de cunho esportivo e social. “Precisamos de bons projetos e de parcerias. Somando ideias e esforços, trabalhamos melhor e conseguimos mais resultados”, destacou.

Presente no encontro, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, reforçou que a Gestão Estadual dispõe de estrutura na qual podem ser desenvolvidos projetos. “A Educação precisa caminhar junto com o desenvolvimento social e o esporte é o caminho ideal para que isto ocorra. Temos escolas com excelentes complexos esportivos nas quais podem ser desenvolvidos mais projetos que visem beneficiar, além da comunidade escolar, a população em geral”, lembrou.

Após a conversa e interesse do pentacampeão em conhecer a estrutura do Estado, ficou acordado que será feita uma visita a duas unidades estaduais da Capital na próxima sexta-feira, 22: a Escola Estadual Professora Elizângela Glória Cardoso e a Colégio Militar de Palmas – Unidade 2.

Também estavam presentes na reunião o secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, o superintendente de Esporte, Juventude e Lazer do Tocantins, Clay Marinângelo Miranda Rios, o diretor do Futebol Clube Ska Brasil e conselheiro da Fundação Edmílson, Domingos Augusto Tedim, e o presidente do Capital Futebol Clube, Ricardo da Silva Carreira.

Fundação e visita à tribo

O pentacampeão Edmílson realiza trabalhos sociais por meio da Fundação Edmílson José Gomes de Moraes, uma entidade sem fins lucrativos que atende crianças e adolescentes no contraturno escolar, inserindo-as em atividades esportivas, culturais e de informática.

“Atendemos cerca de 800 crianças diariamente e, além de São Paulo, já estamos com outra unidade em Betânia do Piauí, oferecendo um ambiente onde crianças carentes possam desenvolver-se socialmente e intelectualmente. Como parte deste trabalho social, estivemos conhecendo uma tribo indígena aqui no Tocantins e estaremos lá amanhã para realizar uma peneira com os meninos indígenas. Um indígena que seja bom vamos levar para passar um ano no nosso clube. Se ele não se tornar jogador de futebol, pelo menos vai ter a oportunidade de ver algo diferente e, quem sabe, retornar para a tribo e ser um professor, um preparador físico, replicando o que aprendeu”, informou Edmílson.

A peneira vai ocorrer na manhã desta quinta-feira, 21, na Aldeia Salto, do povo Xerente, localizada em Tocantínia.

 

Comentários do Facebook