SSP/TO

A Segurança Pública do Tocantins realizou virtualmente a primeira reunião para alinhar a execução do Sistema Integrado de Metas, cujo Decreto nº 6.198 foi assinado pelo governador Mauro Carlesse no dia 9 de dezembro de 2020. Na oportunidade, o Governador também assinou o Decreto nº 6.197 que instituiu o Sistema de Inteligência de Segurança Pública.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conforme o titular da Secretaria da Segurança Pública (SSP-TO), secretário Cristiano Barbosa Sampaio, as reuniões serão realizadas semanalmente. Nelas, os representantes das forças de segurança (Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria da Cidadania e Justiça e Departamento Estadual de Trânsito, entre outros participantes) vão realizar o acompanhamento sistemático dos indicadores, analisar os dados e planejar ações pontuais nos locais onde houver maior concentração de crimes.

Com a implantação do Sistema Integrado de Metas, o Governo do Tocantins proporcionará à população uma resposta mais efetiva no combate à criminalidade. O secretário Cristiano Sampaio ressalta que o enfrentamento dos crimes contra a vida e crimes contra o patrimônio no Estado está sendo realizado com base em planejamento decorrente da coleta de dados onde são analisados diversos fatores, entre os quais o georreferenciamento das manchas criminais, inteligência e procedimentos investigatórios.

O Secretário observa que o Sistema Integrado de Metas e o Sistema Estadual de Inteligência da Segurança Pública decorrem das ações prevista no Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (PESSE), que foi instituído ainda no ano de 2019 pelo Governo do Tocantins e que prevê o planejamento e ações para os próximos 10 anos.

“Ambos os sistemas estão baseados em dados de inteligência e em estatísticas criminais. Juntos, eles vão proporcionar a execução de operações integradas entre as forças de segurança de maneira permanente em todo o Estado”, finalizou Cristiano Sampaio.

Comentários do Facebook