O Comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar , major  João Márcio Costa Miranda recomenda que as pessoas não reajam se abordadas por criminosos, ressaltando que aumentam os riscos para quem reage a assaltos. Evite fugir do local e fazer movimentos bruscos.

“Normalmente, os criminosos querem roubar e não ferir as vítimas, mas se sentem ameaçados em caso de reação e podem acabar atirando”, explica major Miranda.

O militar esclarece que além de realizar o policiamento ostensivo, cabe a Polícia Militar prevenir crimes, daí a iniciativa de informar a população sobre como se portar diante de um assalto.

 

Confira as dicas de como se comportar caso seja assaltado:

– Nunca reaja, pois sua vida é muito mais valiosa do que qualquer bem material;

– Procure manter a calma;

– Procure manter a calma do assaltante, o informando que você NÃO irá REAGIR;

– Escutar e atender ao que o bandido mandar (tentar evitar o “efeito congelante”, pois isso pode irritar o bandido que não tem suas ordens atendidas);

– Não fazer movimentos bruscos;

– Informar ao assaltante o que vai fazer (vou pegar minha carteira dentro do porta luvas, por exemplo);

– Evitar olhar para o assaltante, procure não encará-lo.

 

Muitas pessoas são alvejadas ao fazerem movimentos bruscos para soltar o cinto de segurança. Devemos sempre facilitar as ações do assaltante, evitando que ele fique nervoso.

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.