8257Um profissional do mercado financeiro de Londres (Inglaterra) acusado de estupro se defendeu dizendo que a mulher com quem estava só o denunciou por causa do tamanho do seu pênis. Segundo Daniel Green, de 26 anos, o membro “a fez chorar” durante a relação.

O incidente entre Daniel e a mulher de 29 anos ocorreu após uma noite de bebedeira e consumo de cocaína na City, o centro financeiro da capital inglesa.O corretor e amigos levaram a mulher e uma amiga para o escritório da StratX, no quarto andar de um prédio comercial.

De acordo com a versão de Daniel, os dois fizeram sexo consensual em uma das salas da empresa. Ele contou que, por causa do pênis, que, segundo ele, tem 25 centímetros de comprimento e 10 de circunferência, a mulher reclamou da experiência e alegou violência sexual.

Ela estava me tocando, desabotoou a minha camisa, ela me tocou e me beijou”, disse o corretor, segundo o “Sun”. “Sempre tenho dificuldade durante o sexo com garotas“, defendeu-se.

Durante audiência na Justiça londrina, Daniel mostrou com as mãos a dimensão do seu pênis. (pagenotfound)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.