Durante toda essa semana acontece o ‘3º Circuito de Palestras Araguaína Contra as Drogas’, promovido pelo Conselho Municipal de Políticas Antidrogas (CMAD), em parceria com a Prefeitura. Ao todo, serão visitadas 34 escolas, estaduais e municipais, e instituições cujas palestras são coordenadas por cinco conselheiros. Nesta sexta-feira, dia 18, uma palestra será realizada na Igreja Batista com apresentações musicais e teatrais, a partir das 9h.

Hoje, o ciclo de palestras aconteceu em três escolas no Município, entre as quais o Colégio de Aplicação, no Setor Couto. Lá, um grupo de 400 jovens aproximadamente ouviram as orientações do padre Dionízio Bazílio, responsável pela Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Em suas palestras, o pároco falou sobre a importância da conscientização dos jovens e de seu engajamento nas comunidades religiosas e sua integração familiar para prevenção de drogas dentro da escola.

Destacou também que a entrada de muitos adolescentes no mundo das drogas se deve às influências negativas estabelecidas pela internet. “O jovem não é só futuro, ele já é o presente. Se a classe da juventude estiver corrompida, como será a sociedade amanhã?”, questionou o pároco, destacando que é possível uma nova humanidade a partir dos jovens.

Segundo o conselheiro José Beniro, durante as palestras ele tem observado jovens com um comportamento não normal. “A droga é um caminho sem volta e acredito que vamos conseguir mostrar que o objetivo na vida desses jovens deve ser outro, que não o das drogas”, disse.

Consciência

Graciele Ramos já está consciente. A estudante do 2º ano tem um posicionamento formado sobre o uso de drogas. “Não se trata de falta de informação, pois desde a 5ª série nós assistimos na escola palestras com essa temática”, revelou.

Quem já sabe os malefícios do vício é o aluno José Henrique de Sousa. Para ele, descobrir que a pessoa é um dependente químico deve ser rebatido com amor. “Quando vemos que alguém adentrou no mundo das drogas, não devemos nos afastar dela, mas aproximá-la e trazê-la para o lado do bem”, acredita o estudante.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.