O Povoado Santa Clara, conhecido como Vila Palminha, comunidade rural localizada a 28 Km de Aparecida do Rio Negro, se prepara para mais uma edição de um evento que vem, nos últimos anos, movimentando os moradores da região: uma cavalgada seguida de festa.

Realizado pela Associação de Moradores da Palminha, o evento, que  chega a sua 3ª edição em 2017, acontece no próximo dia 19 de agosto, a partir das 9 horas. Na ocasião, as comitivas sairão da Fazenda Vale do Rio Preto em direção ao povoado e, na sequencia, seguirão por dois km até a Fazenda Marcelina, onde os participantes serão recebidos com almoço e um baile dançante.

A Vila Palminha faz parte do município de Tocantínia, mas está mais próxima, territorialmente, de Aparecida do Rio Negro. O distanciamento  da estrutura administrativa do município sede (60 Km) provoca dificuldade no atendimento das demandas mais básicas da população. Por meio da Associação de Moradores, criada em março de 2015 – que reúne os membros do povoado e proprietários de terras nos arreadores – a comunidade tem se empenhado para buscar a melhoria de suas condições de vida.

Uma das primeiras conquistas da entidade se deu no ano de sua criação, quando viabilizou junto aos órgãos públicos a perfuração de um poço artesiano para suprir a demanda por água encanada no povoado. Até aquele momento, o abastecimento se dava via caminhão-pipa. Desde a criação da associaçao, a Vila Palminha tem ganhado espaço, inclusive do ponto de vista político, elegendo dois vereadores em Tocantínia.

Além de proporcionar visibilidade, a cavalgada surgiu com o propósito de valorizar a cultura local. De acordo com o presidente da Associação de Moradores, Wilmar Rodrigues Santiago, a cada edição o evento vem atraindo mais pessoas e a Vila tem se fortalecido em termos de auto-organização. “Em 2015, quando realizamos o evento pela primeira vez, reunimos pouco mais de 300 pessoas. No ano passado tivemos cerca de 800 participantes. Nossa intenção é atrair um público ainda maior este ano e a comunidade tem trabalhado para isso”, enfatizou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.