No início da noite desta quarta-feira, 13, mais uma ação de combate a criminalidade, realizada por Policiais Civis da 2ª Delegacia Regional de Tocantinópolis, sob o comando do Delegado Regional Tiago Daniel de Morais, resultou na prisão, em flagrante, de quatro pessoas suspeitas de integrarem uma quadrilha especializada na prática do crime se tráfico de drogas.

Laércio Miranda Luiz, 28 anos, Ismael Barbosa, 18 anos, Vanderleia Carvalho Rocha, 24 anos e Laisa Barbosa, 21 anos foram capturados quando estavam comercializando substâncias entorpecentes, em um bar nas proximidades da feira coberta do município. De acordo com informações do Delegado Regional, a PC estava investigando a quadrilha há aproximadamente um mês devido a fortes indícios que apontavam a participação das quatro pessoas presas na venda de drogas no município do extremo norte do Estado

 No decorrer dos trabalhos investigativos, foi constatado que todos os presos, que são do município maranhense de Porto Franco, vinham rotineiramente a Tocantinópolis com a finalidade de comercializar crack. Também foi apurado que se tratava de dois casais e, que enquanto as mulheres ficavam responsáveis pelas vendas, seus companheiros forneciam a segurança para que a prática delituosa ocorresse sem levantar suspeitas.

Por volta das 17h30min, os Policiais Civis receberam a informação de que, mais uma vez, a quadrilha estava no referido bar efetuando o comércio ilegal de entorpecentes. Diante dessas informações, os Agentes compareceram até o local onde foi constatada a veracidade da denúncia e mediante as evidências, abordaram e prenderam em flagrante os quatro envolvidos, além de efetuar a apreensão de 17 pedras de crack já embaladas e prontas para a venda, além de R$39,00 (Trinta e Nove Reais) em dinheiro.

Após os trâmites legais, os quatro suspeitos foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, sendo posteriormente encaminhados à carceragem da Cadeia Pública do município onde permanecem a disposição do Poder Judiciário.

Laercio

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.