Após anunciar um leilão de dois frangos no valor de R$ 65, a juíza Maria Celma Louzeiro Tiago de Gurupi, sul do Tocantins, voltou atrás. O evento seria realizado no dia 25 de julho, no fórum da comarca da cidade. Mas nesta terça-feira (20) ela decidiu cancelar o leilão. No documento, ela explica que a decisão foi tomada por causa da dificuldade em vender os animais.

O edital que informava o leilão foi publicado no Diário da Justiça, no mês de maio. Os bens leilados seriam dois frangos de cor preta e com penas vermelhas no pescoço. Os animais foram penhorados para o pagamento de uma dívida.

No documento, a juíza argumenta que por causa do baixo valor dos frangos e também com o receio de que o evento não se realizasse, ela havia decidido cancelar o edital do leilão.

O Tribunal de Justiça já havia anunciado um primeiro leilão em abril deste ano, mas não foi realizado. O motivo não foi informado.

Os frangos foram dados como garantia do pagamento de uma dívida que venceu no ano de 2013. Apesar de o leilão ter sido cancelado, o bem continua penhorado “por ser o único bem da executada encontrado pelo oficial de justiça”, informou a juíza. (G1)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.