prefeito de araguaína-Ronaldo Dimas

Foram publicadas no Boletim Oficial nº 1870, do Tribunal de Contas do Estado, as decisões da sessão de terça-feira, 13, da Segunda Câmara do TCE/TO. Entre elas estão as contas anuais de ordenadores das Secretarias da Administração, de Educação e da Fazenda de Araguaína, referentes ao exercício financeiro de 2013, todas julgadas irregulares, já na gestão do atual prefeito Ronaldo Dimas (PR) que foi eleito em 2012 e reeleito em 2016.

De acordo com a decisão, a Secretaria de Educação de Araguaína incorreu em diversas irregularidades, como as impropriedades nos processos relativos à locação de veículos para transporte escolar e à execução de despesas com o cartão de gerenciamento de manutenção preventiva e corretiva. Ao gestor foi imputado débito de R$179.951,49 e aplicada multa de R$ 19.995,10.

Já referente a Secretaria da Fazenda de Araguaína, foi aplicada multa ao gestor no valor de R$ 6 mil reais, por inconsistências nos processos relativos à contratação de serviço de contabilidade, de serviços de manutenção de sistema de arrecadação, da locação de sistema de contabilidade por dispensa e ainda pela ineficiência do controle da receita.

E com relação as irregularidades na Secretaria da Administração foi determinada multa de R$ 2 mil, por não cumprir as normativas do TCE/TO.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.