Uma criança de três meses morreu na madrugada desta segunda-feira 2, no Hospital Municipal de Parauapebas-PA, após ser atacada por um cachorro da raça pit bull, na noite anterior, no Bairro Casas Populares II, naquela cidade. Ketelym Vitoria da Silva estava no colo de uma amiga da família, uma adolescente de 17 anos, que também foi mordida.

Segundo informações o cachorro pertence a um vizinho e a adolescente era acostumada a frequentar a residência, mas na noite deste domingo 1, por volta das 19 horas, sofreu o ataque ao atravessar o portão.

O cachorro teria atacado diretamente o rosto do bebê. A adolescente, assustada com a situação, deixou a menina cair e, ao tentar pegá-la de novo, também foi atacada no rosto. As duas foram socorridas e encaminhadas ao hospital, mas Ketelym não resistiu aos ferimentos e morreu algumas horas depois.

Raimundo Pereira, tio da criança que completou os três meses no dia em que morreu, demonstrou estar revoltado com a situação. “Ficamos abalados porque não temos o costume de ver um cachorro matar uma criança. Existe a imprudência, alguém está errado, mas não vou dizer quem foi porque acho que as autoridades precisam apurar isso”, declarou, isentando a adolescente da culpa.

“A menina não tem culpa porque ela estava sempre com a criança, brincando com ela. Ela também foi mordida pelo cachorro e estava assustada”. Segundo Raimundo, a família toda da menina está abalada com a situação. “A criança ficou toda deformada. A família está arrasada por que imagine um pai enterrar um filho. É coisa difícil, ainda mais uma criança de colo que era o xodó de todo mundo. A avó materna está em desespero”.

O responsável pelo cachorro não foi encontrado pra falar sobre o assunto.

(Luciana Marschall com informações de Ronaldo Modesto)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.