Vicentinho Alves

O candidato a governador Vicentinho Alves (PR) da coligação “A Vez dos Tocantinenses” apresenta em sua campanha um plano de governo pautado no ajustamento fiscal do Estado.

Um item do programa gerou polêmica por parte dos servidores públicos, pois estabelece uma meta que reduz imediatamente no mínimo 15 milhões do custo da folha de pagamento para garantia de equilíbrio mínimo das contas públicas.

Plano de Governo de Vicentinho Alves

O Pano de Governo defende a impossibilidade de novas concessões aos servidores tendo em vista a grave situação da gestão fiscal. Os servidores públicos temem terem seus direitos ameaçados no programa de governo de Vicentinho.

O candidato definiu diretrizes de gestão emergencial para garantir o serviço básico à população, estabelecendo entre as metas, a redução em 20% da estrutura administrativa com o fim e fusão de unidades e secretarias  e o reenquadramento do Executivo na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em até dois quadrimestres.

A meta do candidato é o enquadramento do Estado na LRF em até dois quadrimestres. Segundo o programa de governo, as medidas de austeridade e organização da máquina governamental serão acompanhadas pela adoção prática de transparência.

Segundo à Coligação, Vicentinho quer ainda que todos os servidores que se encontram à disposição de outras unidades com ônus para o Estado voltem ao seus órgãos de origem.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.