Buraco feito na cela de onde os presos fugiram
Buraco feito na cela de onde os presos fugiram

Quatro presos fugiram o Presídio São Luís 2, que integra o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no começo da tarde deste domingo,22, em São Luís.

De acordo com a Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária. (Sejap), Policiais militares do Grupo Tático Aéreo (GTA) e agentes do Grupo Especial Operações Penitenciárias foram mobilizados para as buscas dos fugitivos e recontagem dos detentos que permaneceram dentro do PSL 2. No momento da fuga chovia forte na região.

Nove presos estavam na cela, que teve a grade serrada. Fuga em massa teria sido evitada por agentes penitenciários e vigilantes. Os presos João Herbert Cunha Cantanhede, Júlio Cesar Silva Pereira, Reginaldo Cardoso da Silva e Railson Araújo Sousa conseguiram escapar.

Esta é a segunda fuga registrada em 2015. Em fevereiro, três detentos fugiram do Presídio São Luís 3, classificado como de segurança média e inaugurado em 2014. Na ocasião s detentos estavam no pátio do presídio quando teriam conseguido escalar o muro e fugir.

Confira nota da Administração:

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Sejap) informa que houve fuga de quatro detentos, por volta da 15 horas deste domingo, 22, no Presídio São Luís 2, em Pedrinhas.

Os presos são João Herbert Cunha Cantanhede, Júlio Cesar Silva Pereira, Reginaldo Cardoso da Silva e Railson Araújo Sousa.

Outros cinco detentos da mesma cela também tentaram fugir, mas foram contidos pelos guariteiros que reagiram, imediatamente, à tentativa de fuga.

Logo após a fuga, as Polícias Civil e Militar e agentes penitenciários iniciaram busca aos foragidos pela área de mata que cerca o presídio. Nesse momento, o Grupo Tático Aéreo está dando suporte à operação de captura.(G1/Ma)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.