O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-TO), em parceria com o Sindicato Rural de Tocantinópolis, está finalizando nesta sexta-feira, 17, o curso de Inseminação Artificial em Bovinos para 20 participantes, do município de Maurilândia.

Durante o curso foram abordados temas como: conceito e vantagens da inseminação artificial; implantação da inseminação artificial; materiais necessários para prática da inseminação; manejo do botijão, uso correto do sêmen; controle zootécnico e prática em peças anatômicas e vacas.

O curso está sendo ministrado pelo médico veterinário Valcir Bertoluzzi, que explica sobre os procedimentos essenciais para o melhoramento genético e para o aumento da eficiência produtiva dos rebanhos, os benefícios genéticos que a prática pode gerar para o produtor. “Você vai ter um animal de melhor qualidade, maior peso. As fêmeas vão ser mais precoces e mais férteis. Além disso, com os estímulos hormonais corretos, muitas vacas que iriam ficar vazias na estação de monta vão conseguir reproduzir”, afirma o veterinário.

Vale lembrar que uma etapa importante na técnica de inseminação artificial é a observação de cio das vacas pelo trabalhador que lida com o rebanho. Para o sucesso do método algumas características são essenciais no profissional responsável pelo processo, como treinamento, responsabilidade, tempo disponível e dedicação. Ressalta Valcir.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.