foto: Divulgação

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) realiza na próxima sexta-feira, 06, às 19h30, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, a cerimônia de premiação do 4° Prêmio Ministério Público de Jornalismo. Nesta edição, foram classificados 24 trabalhos nas categorias fotojornalismo, radiojornalismo, telejornalismo e webjornalismo. Em razão de um item do edital que prevê a não realização do prêmio quando o número de trabalhos inscritos for inferior a três, não haverá a realização do Prêmio para categoria de jornalismo impresso.

Serão premiados com dinheiro e troféu os três primeiros colocados de cada categoria, nos valores de R$ 2,5 mil (1º), R$ 1,5 mil (2º) e R$ 1 mil (3º).

Concorreram trabalhos produzidos no decorrer do ano de 2019 que fizeram referência à atuação do MPTO em favor dos interesses sociais e individuais indisponíveis, temática que inclui as atividades nas áreas: criminal, patrimônio público, saúde, infância e juventude, educação, meio ambiente e urbanismo, combate ao crime organizado, combate à violência doméstica e familiar, direitos humanos e direitos do idoso, da pessoa com deficiência e do consumidor.

O evento de premiação contará com a participação do jornalista e criador do portal Casa das Focas, Emílio Coutinho, autor do livro-reportagem “Escola Base: onde e como estão os protagonistas do maior crime da imprensa brasileira”. (Denise Soares)

Confira os nomes dos finalistas, em ordem alfabética:

Categoria Radiojornalismo

France Emmanuele Souto Santiago

Marciley Alves Dias

Rafael Gomes da Silva Chaves

Categoria Telejornalismo

Ana Paula Rehbein

Categoria Webjornalismo

Elâine Jardim

Lauane Santos

Luana Fernanda

Categoria Fotojornalismo

Lia Mara da Conceição Oliveira

Nielcem Fernandes

Comentários do Facebook