A cerimônia de lançamento do Lago Center Shopping aconteceu na noite da última sexta-feira, 18/11, em Araguaína. O evento teve como foco apresentar a estrutura do empreendimento para os lojistas e empreendedores da cidade, além trazer atualizações sobre o cenário nacional do varejo em Shopping Centers com o Talk Show mediado pelo jornalista Luiz Alberto Marinho. A solenidade contou com a presença de autoridades, incluindo o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, e do prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues.

Em nome dos sócios do empreendimento – grupo ABL Prime, grupo Campelo, grupo JDemito, Flavisi, grupo Concrenorte e Acácio Assessoria Contábil – o diretor da ABL Prime, Marcos Mineo Nakamura, falou sobre as negociações em andamento.”Já estamos com grandes operadoras nacionais de varejo e serviços contratados no Lago Center. Estamos trazendo uma das maiores redes de cinema do mundo, o Grupo Cinépolis, âncoras como a C&A e outras grandes novidades que irão chegar”.

Segundo Mineo, a estimativa é que durante a construção do shopping, 700 empregos diretos sejam gerados e, após a inauguração, mais de mil araguainenses estejam empregados diretamente. De acordo com o prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, esse é um dos grandes marcos econômicos que o empreendimento vai proporcionar. “Os senhores vão gerar renda para o nosso povo, vão dar orgulho para uma população que precisa de oportunidades”.

Para a construção do Lago Center Shopping serão investidos mais de R$ 140 milhões de reais. O projeto contempla fortes conceitos de sustentabilidade e uma arquitetura arrojada que pôde ser vista no painel interativo disponível para os participantes do coquetel. “A localização do Shopping é excelente, no padrão que Araguaína merece. Estou aqui porque quero ter mais contato com o projeto para investir”, contou Ludmylla Diniz, lojista no ramo de vestuário infantil.

Durante o evento, o diretor da ABL Prime, Marcos Mineo revelou um dos projetos de expansão para o Lago Center. “Logo estaremos também desenvolvendo o projeto de um hotel no Shopping e diversos outros empreendimentos imobiliários na região de entorno”.

Ter um hotel dentro do Shopping animou os futuros investidores como João Pedro de Sousa, empresário do ramo alimentício que pretende investir no Lago Center. “Os projetos de expansão agregam muito no empreendimento dos lojistas. Tive uma boa impressão de tudo que vi aqui”.

“Sucesso” foi o que desejou o Governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, enaltecendo os empreendedores do empreendimento. “Que os senhores tenham sucesso no comércio, na geração de emprego e no crescimento do Tocantins. Parabéns a todos”, finalizou.

Talk Show

A cerimônia seguiu com um Talk Show sobre os rumos do varejo e a experiência do consumidor como foco dos lojistas de Shoppings Centers. Segundo Luiz Alberto Marinho, jornalista especializado na área e sócio da Gouvea Malls, que mediou o bate papo, empreender em um Shopping exige ver o cliente no centro do processo. “O cliente precisa gostar para gastar. É preciso gerar valor na experiência de compra para ter sucesso”, enfatizou.

Marinho afirmou que o consumidor tende a gastar mais em um Shopping Center do que numa avenida comercial e, segundo a presidente da Associação Brasileira de Shoppings Centers, ABRASCE, Mônica Viana, convidada do bate papo, o setor cresce muito mais do que o PIB – Produto Interno Bruto. “O setor de shopping center representa quase 3% de toda a economia do país e concentra 20% de todo o varejo nacional”, ressaltou.

A valorização imobiliária em cidades que recebem o primeiro Shopping, como é o caso de Araguaína, é de cerca de 80%, conforme os dados da ABRASCE. “Esse aumento também acontece na geração de empregos, que se expande em cerca de 67%”, apresentou Mônica.

O diretor da ABL Prime, Marcos Mineo, que tem expertise em desenvolvimento de empreendimentos imobiliários, chamou a atenção da plateia do Talk Show, quando questionou sobre Araguaína ser a única cidade desse porte que ainda não tem um Shopping Center. “Desafio vocês a encontrarem”, disse ele quando falava da importância de um Shopping para o varejista que busca se diferenciar.

Mineo reafirmou a relevância das lojas âncoras, como é o caso da C&A, que já está confirmada. “As âncoras são uma das fortalezas do mix de produtos e serviços de um empreendimento como esse” e Marinho completou: elas beneficiam todos os outros lojistas com o movimento que geram dentro de um espaço de influência como um Shopping Center.

Ao final, os lojistas conheceram a equipe comercial do Lago Center Shopping que já está com um stand de locação, às margens da Via Lago, para os empreendedores interessados em investir no primeiro Shopping de Araguaína.

Comentários do Facebook