Divulgação

Tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) um projeto do deputado Cleiton Cardoso (PTC) que visa tornar obrigatório o cadastro de celular de pacientes em tratamento que utilizam medicações disponibilizadas pela Assistência Farmacêutica do Estado.

A proposta pretende facilitar a comunicação com os usuários sobre a  disponibilidade da medicação para retirada, além de evitar o transtorno de pacientes com dificuldades de locomoção ou mobilidade reduzida, em caso de falta do remédio.

A matéria foi encaminhada para a CCJ na sessão matutina desta terça-feira, 23. Para o autor, o presente cadastro via celular é indispensável a todos os usuários que fazem parte do Sistema de Distribuição de Medicamentos, integrantes da Política Estadual de Saúde e Assistência Farmacêutica.

Comentários do Facebook