Secretário de saúde do Tocantins alerta que pandemia do coronavírus não acabou, ‘merece a manutenção de cuidados’

“Ainda estamos em pandemia. Não em estado severo ou grave, como estivemos em agosto deste ano, mas que merece a manutenção de todos os cuidados sanitários de contenção do vírus”. Com estas palavras o secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini abriu a coletiva de imprensa, realizada na tarde desta segunda-feira, 16, na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O gestor apresentou os dados relativos a oito meses de pandemia, uma vez que em 18 de outubro, fez 8 meses do registro do primeiro caso no Tocantins. Desde março de 2020, o Estado já registrou 78.169, com uma média móvel de 101,86 nos últimos 7 dias; 69.626 pacientes estão recuperados (88% do total); 1.128 pessoas foram a óbitos e 8.187  seguem em isolamento domiciliar.

Segundo Tollini, o número baixo de óbitos e a alta recuperação se deve às ações assertivas da Gestão Estadual. “Implantamos 429 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 e todas as 18 unidades hospitalares do Estado oferecem tratamento para a doença, sendo que em sete delas tem leitos de Unidade de Terapia Intensiva. O Estado aplicou todo o recurso (R$ 92 milhões) recebido do Ministério da Saúde em contratações e compras de insumos necessários para atender a demanda existente”, pontou, acrescentando que a SES segue responsável por 96% dos atendimentos a acometidos pelo novo Coronavírus no Tocantins.

“Seguimos a determinação do governador Mauro Carlesse, enquanto tivermos um único paciente acometido com a Covid-19 teremos a mesma dedicação em manter os cuidados em todo o Estado. Graças a isso passamos pelo período crítico sem transferir um único paciente para ser atendido fora do Tocantins e até a população detentora de plano de saúde preferiu o acolhimento nas unidades públicas”, destacou o gestor.

Segunda onda

Sobre a possibilidade de uma segunda onda de casos em decorrência das aglomerações resultantes do processo eleitoral finalizado no domingo, 15, o secretário afirmou que “nos próximos 15 dias estaremos com atenção redobrada, mas a população pode ficar tranquila, pois não fizemos desmonte de leitos e toda estrutura permanece à disposição dos usuários do Sistema Único de Saúde”.

Vacina

O secretário falou sobre as diferentes vacinas que estão em testes para o combate da Covid-19. “Acredito que ainda no primeiro trimestre de 2021 teremos uma vacina à disposição da população e aplicaremos a mesma logística já utilizada no sistema de nacional de vacinação, na qual recebemos as doses e repassamos aos municípios para aplicação, obedecendo a ordem dos grupos prioritários”, explicou.

Testagem

Tollini destacou a atuação do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen-TO), que atualmente tem capacidade para análise diária de 2 mil amostras e tem a mais célere liberação de resultados, do país. “Há 20 dias ampliamos o trabalho de análise, com a inauguração do Lacen de Araguaína, possibilitando que todas amostras daquela região sejam analisadas lá e liberadas em até 24h”, disse.

Comentários do Facebook