Adolescente foi encontrado ás margens da BR-153
Adolescente foi encontrado ás margens da BR-153

Um adolescente de 15 anos, suspeito de participar da morte de um policial militar em agosto desse ano, foi encontrado morto às margens da BR-153, entre os municípios de Fátima e Santa Rita do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, o menor, identificado como Lucas Rodrigues da Silva, foi sequestrado por quatro homens encapuzados no dia 11 deste mês, na casa da mãe em Lagoa da Confusão.

O menor sumiu num domingo. Na segunda-feira, ele iria para Porto Nacional, onde participaria de uma audiência sobre a morte do policial Junivaldo Pereira de Melo, de 43 anos, assassinado a tiros no dia 7 de agosto desse ano, em uma chácara de Porto Nacional. Segundo a polícia, o menor também teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Testemunhas disseram que os homens teriam levado o adolescente para dentro de um carro com uma arma na cabeça. Essa foi a última vez que Lucas foi visto com vida. O corpo do adolescente foi encontrado em um matagal no último sábado (24) e levado para o IML de Palmas. Ele só foi reconhecido pela família nesta segunda-feira.

“Em que pese o trabalho da Delegacia de Investigações Criminais de Porto Nacional ter apontado que o menor Lucas teve participação na morte do policial, é prematuro afirmar que há participação de qualquer agente público envolvido no sumiço e na morte do adolescente”, explicou o delegado de Lagoa da Confusão, Hismael Tranqueira.

O corpo de Lucas deve ser liberado nesta terça-feira (27). O enterro deve ser realizado ainda nesta terça por estar em avançado estado de decomposição.

O assassinato

3º foi encontrado com marcas de tiros

As investigações apontaram que o policial militar Junivaldo estava numa chácara, quando foi surpreendido por criminosos que estavam no local para praticar um roubo. A Polícia Civil informou que eles aproveitaram para roubar os pertences do policial.

Junivaldo teria reagido e foi atingido por cinco tiros, um deles na cabeça. A arma do militar, uma pistola calibre .380 foi roubada.

Durante as investigações, a Polícia Civil inidiciou Edeilson José de Oliveira Negre Lopes, de 30 anos, Washington Pereira Lopes, de 24, e Argemiro Sampaio Neto, de 40, pelo crime de latrocínio.

A polícia pediu a prisão preventiva dos três suspeitos. Edeilson e Washington estão foragidos. Já Argemiro está na Casa de Prisão Provisória de Cristalândia. (G1)

Comentários do Facebook