Suplente de senador Ataídes Oliveira
Suplente de senador Ataídes Oliveira
Suplente de senador Ataídes Oliveira

O suplente de senador e presidente regional do PROS no Tocantins, Ataídes Oliveira, falou a um veículo da imprensa do estado, sobre a reunião que aconteceu nesta manhã de quarta-feira, 30, em Brasília, a convite do senador João Ribeiro (PR) e da senadora Kátia Abreu (PMDB). Segundo Ataídes, a reunião das chamadas “forças de oposição” é apenas uma composição e que interesses são conflitantes entre os presentes. “Em momento algum eu acredito naquela reunião. Todos ali são pré-candidatos querendo um o apoio do outro”, disse.

Ataídes ainda foi mais longe ao defender que na reunião “não existe oposição a Siqueira Campos”. “Todo mundo ali é Siqueira Campos. O PMDB é Siqueira Campos, o João Ribeiro é Siqueira Campos e a Kátia também”, pontuou. Segundo o presidente regional da sigla, o PROS exerce um papel de oposição ao governo e ao que chamou de “ciclo vicioso da corrupção”. “Oposição hoje é o PROS. Oposição a esse grupo de composição e ao governo do Estado. Queremos mudar o ciclo vicioso da corrupção que se instalou no Estado”, afirmou.

Sem resultados

Questionado sobre os resultados que poderiam surgir da reunião, Ataídes disparou: “Diante desse conflito de interesses, o resultado será como o outros. Ali pode acontecer tudo, inclusive acontecer nada”, argumentou.

O presidente regional do PROS também afastou uma aliança com o grupo chamado de terceira via do qual integram o PP, PSL, PRB, PT e o PCdoB. Segundo Ataídes o PROS está aberto a coligações com partidos que tenham a mesma ideologia de mudança e combate a corrupção e terá candidato próprio, sendo seu nome uma das possibilidades.

Comentários do Facebook