Ricardo da Silva Soares, vulgo “Pirata”, à esquerda e Rubens Pereira da Silva, vulgo “Loirin”, à direita
Ricardo da Silva Soares, vulgo “Pirata”, à esquerda e Rubens Pereira da Silva, vulgo “Loirin”, à direita

A Polícia Civil em Tocantinóplis desvendou o crime de roubo praticado no dia 29 de agosto de 2017 contra uma fábrica de ração da cidade e prendeu os dois principais suspeitos pelo crime.

De acordo com as investigações, os autores do referido crime são Ricardo da Silva Soares, vulgo “Pirata”, de 19 anos, residente em Aguiarnópolis/TO, e Rubens Pereira da Silva, vulgo “Loirin”, 24, residente em Tocantinópolis. Os dois contaram com o apoio de Felipe Santiago da Silva, de 21 anos, residente em Aguiarnópolis/TO, que emprestou a moto utilizada no crime.

Conforme as investigações, Ricardo da Silva e Rubens Pereira chegaram de moto no escritório da fábrica de ração e, sem retirarem os capacetes, anunciaram o assalto. Após subtrair dinheiro e celulares dos funcionários, ambos fugiram do local.

O delegado Regional Thiago Daniel de Morais representou pela prisão dos dois, a qual foi decretada pelo Juiz Criminal da Comarca de Tocantinópolis. Desta forma, a Polícia Civil se deslocou para Aguiarnópolis para prender Ricardo e conduzir Felipe até a Delegacia Regional.

Os acusados Ricardo da Silva e Rubens Pereira foram presos e encaminhados para a Cadeia Pública de Tocantinópolis, enquanto Felipe Santiago, após ser interrogado e indiciado pelo crime, responderá em liberdade pelo referido crime.

Comentários do Facebook