A Academia da Polícia Civil (Acadepol) iniciou nesta segunda-feira, 07, a oitava turma do Projeto Academia Itinerante: a formação continuada como instrumento de construção de uma Polícia Civil cidadã, desta vez no município de Colinas. Durante essa semana serão capacitados 30 profissionais, entre eles 11 agentes de polícia, sete agentes penitenciários, seis escrivães e seis delegados de polícia civil da Regional de Colinas (7ª DRPC).

A Academia de Polícia Civil Itinerante objetiva promover o aperfeiçoamento intelectual, operacional e psicológico dos policiais civis, especialmente para que eles atuem com eficiência e eficácia em operações policiais e atendimento ao público; bem como haja uma padronização nos procedimentos de polícia judiciária, como à elaboração e formatação das peças que compõem a persecução penal de responsabilidade da Polícia Judiciária.  Por meio de um convênio com o Ministério da Justiça, é disponibilizado um micro-ônibus adaptado para sala de aula e outro para consultório de atendimento.

Paralelamente ao curso de aperfeiçoamento profissional, é realizada uma ação voltada à saúde do policial, já que um dos enfoques do projeto é a melhoria na qualidade de vida dos policiais civis, nos âmbitos familiar, social e profissional, que será promovida pela Gerência Valorização do Policial Civil, que disponibilizará atendimento biopsicossocial aos policiais civis lotados na circunscrição da Regional, bem como aos respectivos familiares.

No primeiro semestre de 2017 foram capacitados mais de 80 policiais civis das regionais de Arraias (Turma I), Dianópolis (Turma II), Alvorada (Turma III), Gurupi (Turmas IV e V) e Guaraí (Turma VI). Na semana passada a Academia Itinerante chegou a Pedro Afonso (Turma VII), e entre os dias 21 a 26 de Agosto irá capacitar os policiais civis da regional de Araguatins (Turma IX).

Comentários do Facebook