Júlio Oliveira

O ex-prefeito de Augustinópolis Júlio da Silva Oliveira, responsável pelas contas consolidadas do município no exercício de 2019, recebeu da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO), o parecer prévio pela rejeição. Foram apontadas Despesas do Exercício Anterior (DEA), descumprindo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), alterando o resultado fiscal do exercício.

Comentários do Facebook