São Valério

A pedido do Ministério Público do Tocantins (MPTO), a Justiça expediu mandado de busca e apreensão em desfavor de Davi Rodrigues de Abreu, ex-prefeito de São Valério da Natividade, com o objetivo de apurar possível fraude eleitoral. O mandado foi cumprido nesta sexta-feira, 26, em ação da Polícia Civil.

O pedido do MPTO foi motivado pela denúncia de um pré-candidato a vereador do município de São Valério da Natividade, que relatou ter sido filiado à revelia ao partido DEM, após não ceder à pressão realizada pelo ex-prefeito.

O denunciante formalizou representação criminal afirmando que constatou sua filiação fraudulenta ao realizar consulta no sistema eleitoral. Ele declarou-se vítima, alegou que não assinou nenhuma ficha de filiação e disse que, se existir qualquer ficha assinada em seu nome, trata-se de documento falsificado.

O mandado cumprido nesta sexta-feira orientava que fosse realizada a apreensão de fichas de filiação partidária, formulários, requerimentos, documentos em geral e todo material que possa ter relação com os fatos apurados.

O pedido de busca e apreensão foi realizado pelo promotor da 20ª Zona Eleitoral do Tocantins, Mateus Ribeiro dos Reis. O mandado foi expedido pela juíza eleitoral Ana Paula Araújo Aires Toríbio.

Comentários do Facebook