Hospital Municipal de Parauapebas

Um médico e uma servidora foram exonerados, após um vídeo vazar na internet mostrando ambos em um ato de sexo oral dentro de um consultório no Hospital Municipal de Parauapebas, no sudeste do Pará.

O vídeo circulou pelas redes sociais desde segunda-feira, 23, mostrando a técnica fazendo sexo oral no médico. No registro, ela chega a pedir que o profissional não faça imagens pelo celular.

Em nota, o Conselho Municipal de Saúde de Parauapebas informa que “repudia a conduta absolutamente inadequada de dois servidores públicos no exercício de suas funções”.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Parauapebas informou que “a gestão municipal tomou conhecimento dos fatos após o referido vídeo viralizar na internet”.

Ainda de acordo com a secretaria, “a conduta adotada não corresponde com a postura exigida pelas normas internas da instituição, indo também contra as regras estabelecidas no Estatuto dos Servidores Públicos de Parauapebas”.

A prefeitura confirmou a exoneração e disse, ainda, que “reitera o compromisso de não compactuar com esse tipo de comportamento” e que “continuará zelando pelo cumprimento das normas que são essenciais para a manutenção da ordem”. (Com: G1)

Comentários do Facebook