Foto: PF

A Polícia Federal deflagrou nessa manhã (15) a Operação Goyazes, visando desarticular grupo criminoso suspeito de fraudar licitações e desviar recursos de contratos públicos em municípios do sul do estado do Tocantins.

Aproximadamente 12 Policiais Federais cumprem três mandados judiciais de busca e apreensão na cidade de Aliança do Tocantins/TO, todos expedidos pela Subseção da Justiça Federal de Gurupi/TO.

Os investigados são suspeitos de direcionar, por meio de procedimentos licitatórios fraudados, diversos contratos públicos às empresas do grupo. O prejuízo ao erário pode chegar a R$6.000.000,00 (seis milhões de reais).

O nome da operação faz referência a nação dos Goyazes, que teria sido ludibriada pelo bandeirante Anhanguera.

Mesmo consciente do cenário de emergência de saúde de âmbito internacional, por conta
da pandemia do COVID-19, a PF, como sempre, cumpre o seu dever.

A Polícia Federal ressalta que a situação se mostrava extraordinária e, como tal, foi tratada. Uma logística especial foi planejada minuciosamente, com recrutamento de policiais com perfil específico, orientações de prevenção ao contágio e distribuição de EPIs
para todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Comentários do Facebook