Mais de 600 famílias atingidas pelas inundações já foram beneficiadas pelas entregas de cestas básicas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dona Maria Luciana de Morais, de 66 anos, foi uma das atingidas pela inundação e ficou muito emocionada ao falar do ocorrido. “A água subiu de repente e veio de uma vez, ela ficou quase na minha cintura. Eu ainda consegui tirar algumas coisas, mas perdi quase tudo. Eu fico grata e emocionada pela ajuda”.

Com o monitoramento de técnicos da Setas, a Secretaria de Assistência Social do município ficou responsável pelo cadastro das famílias atingidas pela inundação e distribuição de senhas para o recebimento das cestas. Entre os beneficiados o pedreiro, Antônio Alves Moreira, que também está desabrigado falou sobre a ação do Governo do Estado. “Uma cesta dessa parece pouco, mas pra mim veio em grande hora. Além dos móveis eu perdi todos os alimentos que eu tinha em casa”, ressaltou o pedreiro.

Durante a ação o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros e Coordenador de Proteção e Defesa Civil, Coronel Reginaldo Leandro da Silva, e o Secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, José Messias Araújo, visitaram os bairros afetados pelo avanço do rio Tocantins.

Segundo o Comandante Geral da Corporação, o povoado Bela Vista foi um dos mais afetados pela enchente e afirma que a situação continua sendo monitorada pela Defesa Civil para evitar que mais famílias sejam afetadas. “São Miguel teve o maior números de famílias impactadas, principalmente no povoado Bela Vista, às margens do rio Tocantins. A orientação para as famílias é que fiquem atentas aos alertas da Defesa Civil e que não deixem para sair da sua residência na última hora, mesmo que seja difícil, pois temos que priorizar as vidas”, alerta o Coronel Reginaldo Leandro da Silva .

Nesse final de semana além de São Miguel, os municípios de Araguanã, Carmolândia, e Xambioá também receberam a ação do Governo em suporte as famílias atingidas pelas fortes chuvas na região do Bico do Papagaio. Segundo o Secretário da Setas, a entrega das mil cestas será finalizada ainda nesta semana atendendo a população de Esperantina, São Sebastião, São Bento e Carrasco Bonito. Ele ressalta o trabalho feito pelas equipes da Setas, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, das Prefeituras e também de voluntários, já que as regiões afetadas são de difícil acesso. “A base de apoio está sendo no município de Araguatins e o compromisso do Governador Mauro Carlesse é atender todas essas famílias que estão em situação de vulnerabilidade. Nesta segunda-feira, 23, o trabalho continua para entregar as cestas básicas diretamente para as famílias afetadas, até o momento a ação beneficiou mais de 600 famílias”, afirma o gestor.

A Defesa Civil Estadual recomenda à população afetada por essas inundações e alagamentos, que antes de tudo deve-se salvar e proteger a própria vida, a de familiares e amigos. Se precisar retirar algo de sua casa, após a inundação, peça ajuda à Defesa Civil ou ao Corpo de Bombeiros; coloque documentos e objetos de valor em um saco plástico bem fechado e em local protegido.

Nunca se deve beber água de enchente ou comer alimentos que estiveram em contato com as águas da inundação. Orienta ainda sair do local inundado e procurar abrigo onde a família possa se alojar, como casa de parentes e amigos. Em casos como esse, o poder público disponibiliza alojamentos e casas de abrigo para população afetada. Entre em contato com a Defesa Civil local ou ligue para emergência 199 (Defesa Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros Militar).

Prevenção à Covid-19

O Comandante do Corpo de Bombeiros e Coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Reginaldo Leandro, ressaltou que mesmo nessa ação humanitária, os agentes do Corpo de Bombeiros além de auxiliar na entrega das cestas e socorro à população, estão dando orientações para que as pessoas se previnam de forma a evitar o contágio pelo novo Coronavírus, causador da Covid-19.

Comentários do Facebook