Foto: Divulgação/SSP
Foto: Divulgação/SSP

A Assembleia se mobiliza para apurar responsabilidades a respeito da poluição no Lago de Palmas. Na ordem do dia vespertina desta quarta-feira, 12, foram aprovados, em regime de urgência, requerimentos por providências diversas relativas ao esclarecimento da participação da concessionária de saneamento público, a BRK Ambiental, na questão,
conforme denúncias na imprensa.

Uma das matérias, de autoria da deputada Claudia Lelis (PV), requer informações aos responsáveis pelo saneamento básico de 47 municípios. As eventuais medidas tomadas pelas prefeituras para conter os danos também são solicitadas.

Claudia também é autora de outro pedido pela criação de uma Comissão Especial para investigar o assunto. O grupo será composto por três deputados a serem indicados e deve verificar a suposta emissão de esgoto Em outro requerimento, de autoria do deputado Leo Barbosa (SDD), a BRK Ambiental é convocada a prestar esclarecimentos através da Comissão de Minas, Energia, Meio Ambiente e Turismo, em data ainda a ser agendada.

Já o parlamentar Ricardo Ayres (PSB) pede esclarecimentos, nominalmente, à diretora-presidente da BRK, Teresa Cristina Querino Vernaglia, e ao diretor operacional, Rodrigo Lacerda.

Comentários do Facebook