O vereador Milton Neris se reuniu com os impactados do BRT na noite de quinta feira, 31, e ouviu as demandas dos cidadãos que foram prejudicados com o projeto que nunca saiu do papel. As informações que constam é que muitos não receberam as indenizações, pagam aluguel e sofrem sem suas casas e sendo ignorados pelo poder público.

Conforme o vereador, o sentimento dos impactados é de indignação. “Somente uma pequena parte recebeu a indenização, mas o valor não foi suficiente para suprir com os custos que surgiram depois, isso causa prejuízos e transtornos a essas famílias”, contou Neris.

No total os impactados somam mais de 200 famílias, destas, somente 59 receberam a indenização pela Prefeitura. Após alguns pagamentos a justiça determinou a suspensão do BRT e a Prefeitura não realizou mais os pagamentos e não deu assistência devida para estes cidadãos.

De acordo com Miriam Duarte, que está a frente do grupo de impactados, a principal reivindicação é que a Prefeitura retome as negociações. “Gostaríamos que a Prefeitura resolvesse essa situação e pudesse rever os valores que foram repassados. Valores irrisórios que não foram suficientes para constituir novamente nossas casas, muitos estão morando de aluguel. Nós estamos sofrendo muito com tudo isso”, explicou.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.