Foto: Da Web

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou durante reunião na manhã deste domingo (17), o uso emergencial das vacinas de Oxford e do laboratório Sinovac (Coronavac) no Brasil. São as duas primeiras vacinas contra a Covid-19 com autorização para uso no País.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conforme a Anvisa, a autorização começa a valer a partir do momento que o laboratório receber comunicado em ofício e houver publicação do resultado no site da Anvisa.

A reunião começou às 10h e durou cerca de cinco horas, terminando com a aprovação unânime dos dois imunizantes. Os cinco diretores da agência votaram a favor do uso emergencial das vacinas.

Antes da votação da diretoria, foi favorável o parecer da diretora da Anvisa e relatora dos pedidos de uso emergencial, Meiruze Freitas, e a recomendação das três áreas técnicas que analisavam os pedidos da Fiocruz e do Instituto Butantan (gerência-geral de Medicamentos, área de certificação de Boas Práticas de Fabricação e área de Monitoramento de Eventos Adversos).

As duas vacinas tiveram pedido de uso emergencial feito no último dia 8 de dezembro, pelo laboratório Sinovac/Instituto Butantan (Coronavac) e pela Fiocruz (Astrazeneca/Universidade de Oxford).

Comentários do Facebook