O deputado estadual Ricardo Ayres (PSB) apresentou requerimento nesta terça-feira, 3, onde solicita o envio de expediente à Superintendência Regional da Polícia Federal (PF) no Tocantins. Ayres requer que sejam apresentadas informações sobre a operação realizada em Pindorama do Tocantins, na última segunda-feira, 2. Esta resultou na morte de um policial militar, o sargento Wiratan Fraga dos Santos, em razão de disparos efetuados por agentes da Polícia Federal que se encontravam em missão na referida localidade.

Ricardo Ayres também usou a tribuna para repercutir o assunto. O parlamentar foi enfático ao destacar que não se justifica a PF empreender uma operação sem dar conhecimento às autoridades policiais públicas estaduais. Para Ayres, a comunicação se mostraria razoável. “Imaginando se tratar de um bandido, a Polícia Federal atirou contra um policial militar e vice-versa, simplesmente porque aquela operação não foi comunicada à autoridade policial”, disse o parlamentar, ao destacar ainda que o caso trouxe consternação em Porto Nacional, onde reside, circunvizinha de Pindorama, onde se passou a ocorrência.

O parlamentar também ressaltou a importância da atuação do PF no País e a  sua credibilidade.  “Confiamos na idoneidade e no trabalho que vem sendo realizado na Polícia Federal no País. Apresentei requerimento pedindo apenas as informações, pois não podemos nos equivocar e errar novamente como neste caso”, enfatizou ainda.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.