Ponte que dá acesso ao povoado Gurgueia - foto: tv anhanguera
Ponte que dá acesso ao povoado Gurgueia – foto: tv anhanguera

A ponte que dá acesso ao povoado Gurgueia, a 15 km de Araguaína, no norte do Tocantins, corre o risco de desmoronar e deixar as mais de 20 famílias que moram no local isoladas.

Segundo os moradores da região, a ponte foi construída na década de 80 e de lá para cá pouco tem sido feito para melhorar a estrutura que está comprometida. A ponte é feita de madeira e já está com várias partes destruídas pelo tempo. Até a base feita de cimento corre o risco de cair.

Passar pelo local se tornou um desafio para os motoristas. “Vão esperar cair um caminhão para mandar arrumar? O certo é mandar arrumar logo. A gente que passa de carro pequeno não sente tanto perigo, mas para quem vai passar de caminhão está muito perigoso”, reclama o mecânico, Airton Leonel de Oliveira.

A comunidade afirma que já procurou os órgãos responsáveis. “Já fizemos manifestação, já levamos para a prefeitura, Ministério Público, mas o que fizeram foi colocar placas na estrada”, conta o motorista Antônio dos Reis.

Na estrada foram colocadas placas indicando que o limite máximo suportado pela ponte é de 12 toneladas, mas nem quem passa de motocicleta se sente seguro.

“Nós estamos com medo de passar aqui. Passa criança, kombi com alunos. Até a pé dá medo”, afirma o lavrador Dalvino Gomes. Segundo o homem, a estrutura precária já causou até acidente. “Uma vizinha escorregou e caiu de moto.”

Resposta

A Prefeitura de Araguaína disse que um processo de licitação está em fase de elaboração para aquisição de pontes pré-moldadas, mas a implantação dessa nova estrutura só deve ocorrer no ano que vem. A prefeitura reforçou que o local foi sinalizado com placas que alertam para o risco de transitar por lá. (G1)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.