Os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMI) que esta acontecendo em Palmas, cuja abertura foi realizada na última sexta-feira, 23, está sendo decepcionante para os indígenas participantes e também para o público.

Com investimento de R$ 26 milhões para realização do evento liberados pelo Ministério do Esporte para a prefeitura de Palmas, 70% da estrutura prometida não foi entregue, afirmou o organizador do evento, o indígena Carlos Terena, em uma entrevista concedida à CBN Globo.

Carlos Terena
Carlos Terena

Terena disse que é vergonhoso a forma de como o evento está sendo conduzido por parte de responsabilidade da prefeitura de Palmas. “Hoje iríamos começar as competições, e nós resolvemos cancelar a competição, não tem competição hoje devido alguns problemas administrativos em relação a nossa alimentação, a organização,  que não é culpa nossa, 70% do que prometeram não cumpriram, atrapalha, e não atrapalha agente só a execução em si atrapalha agente psicologicamente, fisicamente, tem indígena que não almoçou, teve que comer em restaurante e muitos restaurantes não receberam eles para comer,” disse Terena.

O evento estaria acontecendo com bastante improviso, neste sábado,24, partes das paredes do refeitório dos indígenas, localizado na área externa da Ocara, desabou, três pessoas teriam ficado machucadas.

Terena declarou ainda que jamais sentiu confiança na prefeitura de Palmas para realização deste grande evento e que no início do ano chegou a pensar no cancelamento dos jogos. ”No começo do ano sim, a gente ia cancelar os jogos aqui em palmas, a gente nunca sentiu segurança, eu nunca senti segurança,” concluiu Terena.

Prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB)
Prefeito de Palmas Carlos Amastha (PSB)

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), disse que não é responsável pelo evento, limitou-se a dizer que a responsabilidade dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas é do governo federal e da Organização das Nações Unidas (ONU).

Carlos Terena desmentiu. Ministério Público Federal (MPF),está em Palmas avaliando a situação.(Colaborou: Leandro Lacerda)

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.