Diretoria do Sintras e servidores reunidos com Luiz Teixeira.
Diretoria do Sintras e servidores reunidos com Luiz Teixeira.

Em reunião na manhã desta quarta-feira, 02, a diretoria do Sintras e servidores reuniram com o secretário de saúde de Palmas, Luiz Teixeira para tratar da jornada de trabalho dos Técnicos de Laboratório.

Os servidores cobraram da gestão mais valorização da categoria com a redução da carga horária de 8 para as 6 horas diárias. Conforme os profissionais presentes na reunião há servidores que exercem a mesma função em um mesmo departamento da área técnica e cumprem horários diferenciados.

O secretário Luiz Teixeira disse que faz tudo que está dentro da lei e diz não ser contra a demanda desde que não haja prejuízo no serviço ofertado aos usuários.

“Caso seja possível manter os serviços em pleno funcionamento sem ocasionar prejuízos à sociedade e a administração pública é favorável ao pleito solicitado”, afirmou Teixeira a diretoria e os servidores presentes na reunião.

Mas orientou que os servidores devem discutir a pauta com o prefeito Carlos Amastha, o secretário de Planejamento Gestão e Desenvolvimento Humano, Alan Barbiero, e o secretário de Finanças, Claúdio de Araújo Shuller, além de articular juntamente com a Câmara de vereadores a alteração da Lei.

O diretor do Sintras, Domingos Rodrigues, diz observar o princípio da isonomia. “A saúde tem muitas falhas, que devem ser corrigidas. Os servidores exercem a mesma função e cumprem jornada de trabalho diferente, é necessário rever isso”, destacou Rodrigues.

Representando a câmara de vereadores estava presente na reunião o parlamentar Claudemir Portugal que se dispôs a apoiar a classe. “Estamos na câmara para atender vocês e no que for possível faremos a intermediação no processo”, disse o parlamentar.

Além dele também estava presente na reunião o secretário executivo Whisllay Maciel Bastos.

Histórico

Esta demanda o Sintras administra desde 13 de maio deste ano, data em que o sindicato emitiu um ofício reivindicando a inclusão dos profissionais Técnicos de Laboratório na Lei nº 932/2000, alterada pela lei nº 950/2000 que dispõe sobre fixação da jornada de trabalho do Fonoaudiólogo.

O documento foi direcionado ao vereador Major Negreiro, para o qual o sindicato pediu apoio para fazer a alteração na Lei que determina o cumprimento de 40 horas semanais pelos profissionais.

Atendendo a solicitação do Sintras, Negreiros incluiu no requerimento de nº 48/2015 protocolado no dia 14 de maio deste ano na Câmara de Vereadores os profissionais Técnicos de Laboratório.

No PL do vereador, é reivindicado 30 horas também aos biólogos e Médicos Veterinários.

A Lei vigente enquadra os profissionais à jornada de trabalho somente as categorias dos farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e biomédicos.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.