MPE

Foi levado a Júri Popular nesta terça-feira, 21, Claudinei Silva Cardoso, acusado do assassinato de Waldomiro Francisco de Jesus Filho durante discussão em partida de sinuca. O crime aconteceu em um bar, na cidade de Dianópolis, em maio de 2017. O Júri acolheu as alegações do Ministério Público e o réu foi condenado a uma pena de seis anos.

De acordo com a denúncia criminal, oferecida pelo Ministério Público, Claudinei desferiu golpe, com uso de arma branca, no peito esquerdo da vítima que não resistiu ao ferimento e morreu antes de ser atendido no hospital. O Promotor de Justiça Luiz Francisco de Oliveira argumentou no Júri, que o réu não agiu em legítimas defesa e nem foi homicídio privilegiado, ou seja, praticado sob o domínio de violenta emoção por provocação da vítima, como sustentou a defesa.

O Conselho de Sentença acolheu todas as teses do MP e considerou o réu culpado, sendo-lhe aplicada pena de seis anos de reclusão.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.