Vereador  Pastor João Campos
Vereador Pastor João Campos

Candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo ex-prefeito de Palmas Raul Filho (PR), o vereador João Campos de Abreu (PSC), 60 anos, conhecido como Pastor João Campos, teve um aumento patrimonial de 122% nos primeiros quatro anos de carreira política. É isso que mostram as suas declarações de bens à Justiça Eleitoral em 2012 e 2016.

Em 2012, quando disputou o cargo de vereador e se elegeu para o primeiro posto eletivo da vida, Pastor João Campos afirmou à Justiça Eleitoral que possuía R$ 765 mil em bens. Agora, candidato a vice-prefeito, o Pastor João Campos afirmou possuir um patrimônio de R$ 1,69 milhão, um crescimento em dinheiro de R$ 933,86 mil.

Na declaração atual, os principais bens do candidato são um apartamento de R$ 270 mil localizado na 308 Sul e um lote urbano de R$ 300 mil também localizado em Palmas.

Em 2014, quando disputou uma vaga de deputado federal, o atual vice de Raul Filho declarou patrimônio de R$ 992,57 mil, montante quase 30% superior ao que ele tinha em 2014.

Raul Filho

O grande crescimento patrimonial em poucos anos é uma característica da chapa de Pastor João Campos. Ao registrar candidatura a prefeito, Raul Filho declarou possuir um patrimônio de R$ 12,27 milhões, valor 1.251% superior ao registrado em 2008, quando ele disputou a reeleição para o cargo de prefeito. Além disso, mais de 56% dos bens declarados por Raul Filho não são investimentos em Palmas e nem no Tocantins, mas sim fazendas em Santana do Araguaia, no Pará.

A declaração de bens do candidato a vice-prefeito Pastor João Campos em 2012 pode ser conferidas aqui http://divulgacand2012.tse.jus.br/divulgacand2012/abrirTelaPesquisaCandidatosPorUF.action?siglaUFSelecionada=TO. A declaração de bens deste ano está disponível aqui: http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/divulgacao-de-candidaturas-e-contas-eleitorais. Em ambos os casos, basta procurar os candidatos de Palmas.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.